branding como criar

Branding: 7 Passos Essenciais para Construir Uma Marca Forte

Resumo: Neste guia aprofundado, exploramos a arte e a ciência do branding, usando exemplos do mundo real e insights da Mosca para criar uma marca que ressoa e permanece na mente do público.

A Magia do Branding: Mais do que Apenas um Logotipo

No mundo empresarial contemporâneo, a palavra “branding” é frequentemente usada de forma intercambiável com “logotipo” ou “identidade visual”. No entanto, o branding é um conceito muito mais amplo e profundo. Ao pensar em grandes marcas como Apple, Nike e Coca-Cola, não estamos apenas lembrando de seus símbolos icônicos, mas de uma série de sentimentos, expectativas e experiências associadas a elas. Cada interação que temos com estas marcas, seja por meio de um comercial, um produto ou um tweet, contribui para a sua narrativa global.

Em sua essência, o branding envolve a criação e gestão de todos os elementos que compõem a percepção de uma marca no mercado. Isso inclui não apenas o design gráfico, mas também a mensagem da marca, a voz, a proposta de valor, e até mesmo a maneira como a marca responde a um feedback negativo. É uma combinação de estratégias de marketing, design, publicidade e relações públicas. Por exemplo, o branding da Starbucks não se resume apenas ao seu emblemático sereia verde; ele abrange o aroma do café ao entrar na loja, a playlist cuidadosamente selecionada, o design das lojas e a sensação de comunidade que ela busca cultivar. Portanto, ao embarcar na jornada de branding, é crucial entender que você está moldando a alma da sua empresa e a maneira como ela é percebida em cada interação.

(Passo 1) O Briefing Detalhado: Começando do Zero

O ponto de partida para qualquer iniciativa de branding bem-sucedida é um briefing robusto e meticulosamente construído. Um briefing eficaz vai além de uma mera lista de desejos ou objetivos genéricos; ele captura a essência, os objetivos e as aspirações da marca, fornecendo um roteiro claro para todas as ações subsequentes. Para elaborar um briefing impactante:

  1. Defina o propósito da marca: Além de seus objetivos comerciais, qual é a missão mais profunda da sua marca? Qual mudança ela busca provocar no mundo ou em seu nicho de mercado?
  2. Identifique seu público-alvo: Saiba exatamente para quem você está falando. Quais são suas dores, desejos e motivações?
  3. Estabeleça objetivos claros: O que você quer alcançar com este projeto de branding? Pode ser maior reconhecimento de marca, reposicionamento no mercado ou lançamento de um novo produto.
  4. Destaque seus diferenciais: O que torna sua marca única? Quais são as características ou ofertas que a distinguem dos concorrentes?
  5. Forneça referências: Compartilhe exemplos de marcas ou campanhas que você admira. Isso oferece uma visão clara das suas expectativas e do que você considera um trabalho bem executado.

Após consolidar todas essas informações em seu briefing, você terá não apenas um documento direcional, mas uma base sólida para todas as decisões de branding que se seguem. E se você está se perguntando sobre um formato eficaz para organizar tudo isso, confira nosso modelo de briefing pronto para obter uma estrutura comprovada que garantirá que você comece com o pé direito.

(Passo 2) Estabelecendo Norteadores para a Marca: Direcionando Sua Jornada de Branding

Definir norteadores para a marca é como estabelecer o mapa de uma expedição. Esses norteadores, que englobam a missão, visão e valores da marca, servem como uma bússola para garantir que todas as ações e comunicações da marca estejam alinhadas ao seu propósito fundamental. Ao estabelecê-los, você deve se aprofundar na essência da marca: qual é a sua razão de existir (missão)? Onde ela aspira estar no futuro (visão)? E quais são os princípios inegociáveis que guiam suas operações e interações (valores)? Ao clarificar estes pilares, a marca não apenas comunica efetivamente sua identidade ao público, mas também cria um senso de direção interno, assegurando que todas as decisões tomadas estejam em sintonia com o coração da marca. É uma declaração contínua de quem você é, para onde está indo e os princípios que guiarão cada passo do caminho.

(Passo 3) Storytelling: A Arte de Tecer Narrativas Impactantes

Storytelling think twice

O storytelling, em sua essência, é a habilidade de contar histórias de forma envolvente, criando uma conexão emocional com o público. No mundo do branding, é uma ferramenta poderosa para imergir consumidores na essência e nos valores de uma marca. Através de histórias bem contadas, as marcas não apenas informam, mas emocionam, inspiram e engajam. Vejamos como algumas marcas famosas têm dominado a arte do storytelling:

  1. Apple: Ao lançar o iPhone, a Apple não apenas apresentou um novo produto, mas contou uma história sobre reinventar comunicação e tecnologia. Seus anúncios frequentemente se concentram em indivíduos que desafiam o status quo, ressoando com seu famoso slogan “Think Different”.
  2. Nike: Com o slogan “Just Do It”, a Nike sempre se posicionou mais do que apenas uma marca de calçados. Suas campanhas contam histórias de determinação, superação e triunfo, encorajando todos a buscar suas melhores versões.
  3. Coca-Cola: Mais do que uma bebida, a Coca-Cola vende momentos. Suas campanhas focam em amizade, união e celebração, tornando a bebida um símbolo de momentos felizes compartilhados.
  4. Dove: A campanha “Real Beauty” da Dove desafiou os padrões convencionais de beleza, narrando histórias de mulheres reais e sua jornada de autoaceitação.
  5. Airbnb: Seu slogan “Belong Anywhere” reflete a ideia de que, através de suas ofertas, os viajantes podem encontrar uma casa em qualquer lugar. Suas histórias se concentram em conexões humanas e experiências autênticas.
  6. LEGO: A marca não vende apenas brinquedos, mas uma ferramenta de imaginação. Suas histórias mostram como as crianças (e adultos) podem construir mundos e narrativas com simples blocos.

(Passo 4) Proposta de Valor: A Promessa Central da Sua Marca

A proposta de valor é, essencialmente, a principal razão pela qual um consumidor deve escolher um produto ou serviço em detrimento de outros. Ela articula os benefícios únicos que sua marca promete entregar. Uma proposta de valor clara e eficaz pode ser o diferencial que destaca sua marca da concorrência. Aqui está um guia de como formular uma proposta de valor convincente:

  1. Identifique as necessidades do seu público-alvo: Comece pesquisando e entendendo as necessidades, desejos e pontos de dor do seu público-alvo. Qual problema seu produto ou serviço resolve?
  2. Determine seus diferenciais: O que torna seu produto ou serviço único? Pode ser uma característica, uma funcionalidade inovadora, um atendimento ao cliente excepcional ou uma abordagem sustentável.
  3. Articule benefícios claros: Em vez de se concentrar apenas nas características do produto, concentre-se em como ele beneficia o cliente. Por exemplo, um telefone com uma bateria de longa duração não apenas “dura 24 horas”, mas “mantém você conectado durante todo o dia sem a necessidade de recarregar”.
  4. Mantenha-o simples e direto: Sua proposta de valor deve ser fácil de entender em poucos segundos. Evite jargões e terminologias complicadas. Seja claro e conciso.
  5. Conecte-se emocionalmente: Além dos benefícios práticos, considere também como sua marca faz o cliente se sentir. Pode ser a sensação de pertencer a uma comunidade, a segurança de comprar um produto de confiança ou a excitação de experimentar algo novo.
  6. Teste e refine: Após definir sua proposta de valor, teste-a com segmentos do seu público-alvo. Obtenha feedback e esteja pronto para ajustar conforme necessário.
  7. Comunique consistentemente: Uma vez estabelecida, sua proposta de valor deve ser refletida em todas as suas comunicações de marca, desde o site até as campanhas publicitárias.

Exemplo: A proposta de valor do Slack é “Torne o trabalho mais simples, agradável e produtivo”. Esta frase simples aborda claramente os pontos de dor que muitos enfrentam no ambiente de trabalho: a complexidade, a falta de satisfação e a ineficiência. O Slack promete resolver esses problemas, tornando a colaboração mais simples e agradável.

(Passo 5) Missão, Visão e Valores: O Coração da Marca

A formulação do propósito e dos valores de uma empresa é um processo técnico que envolve análise estratégica, introspecção e colaboração. Eles não são apenas palavras em um papel, mas a bússola que guia a tomada de decisões, a cultura organizacional e a interação da marca com seus stakeholders.

(Passo 6) Definição do Público-Alvo: Segmentação Estratégica

Identificar e definir o público-alvo é uma das etapas mais críticas na construção de uma marca e na formulação de estratégias de negócio. Um público-alvo bem definido permite à empresa criar mensagens mais eficazes, desenvolver produtos ou serviços que atendam às necessidades específicas desse grupo e alocar recursos de marketing de maneira mais eficiente. Aqui está um guia técnico passo a passo para definir seu público-alvo:

  1. Análise Demográfica: Comece com informações básicas como idade, gênero, localização, nível de educação, profissão e renda. Por exemplo, uma marca de cosméticos pode se focar em mulheres entre 20-30 anos em áreas urbanas.
  2. Estudo Psicográfico: Vá além da demografia. Compreenda o comportamento do consumidor, seus hobbies, interesses, valores e estilo de vida. Uma marca de roupas esportivas pode segmentar indivíduos que valorizam a fitness e têm um estilo de vida ativo.
  3. Análise do Comportamento de Compra: Examine como o público-alvo toma decisões de compra. Eles pesquisam online antes de comprar? Quais canais preferem? Quais são suas principais motivações e barreiras?
  4. Identificação de Necessidades e Desejos: Identifique os problemas ou desejos não atendidos do seu público-alvo. Uma empresa de software de gestão pode identificar que pequenas empresas precisam de soluções mais acessíveis e fáceis de usar.
  5. Análise da Concorrência: Estude seus concorrentes e entenda para quem eles estão comercializando. Identifique lacunas no mercado ou segmentos não atendidos que sua empresa possa focar.
  6. Coleta de Dados Primários: Realize pesquisas, como enquetes, entrevistas ou grupos focais, para coletar informações diretamente do público. Ferramentas como o Google Forms, SurveyMonkey ou até mesmo as redes sociais podem ser úteis.
  7. Defina Personas: Com base nas informações coletadas, crie personas de cliente, que são representações fictícias, mas realistas, de seus clientes ideais. Isso ajuda a humanizar e compreender melhor o seu público.
  8. Validação do Mercado: Antes de se comprometer totalmente, teste sua oferta ou mensagem com um segmento menor do seu público-alvo para validar suas suposições. Analise feedback e faça ajustes conforme necessário.
  9. Revisão Periódica: Assim como o propósito e valores da empresa, o público-alvo pode evoluir. Realize análises regulares para garantir que sua segmentação ainda seja relevante e eficaz.

Exemplo: A Netflix, ao entrar em mercados internacionais, não apenas traduziu seu conteúdo, mas também investiu em produções locais, reconhecendo as nuances e preferências de diferentes públicos-alvo.

Com um público-alvo claramente definido, as empresas são mais capacitadas para criar estratégias direcionadas, mensagens de marca relevantes e, em última análise, entregar valor de forma mais eficaz para seus clientes.

(Passo 7) Criação da Identidade Visual: A Imagem de Sua Marca

designer criando marca

A identidade visual é a face tangível da sua marca. Ela comunica visualmente quem você é e o que representa, criando um impacto imediato e duradouro nos espectadores. A identidade visual é composta por vários elementos, como logotipo, paleta de cores, tipografia, ícones e muito mais. Aqui está um guia detalhado sobre como criar uma identidade visual impressionante, e como os serviços da Arkler podem ser essenciais para este processo:

  1. Definição do Conceito: Antes de começar o design, é crucial definir o conceito central que reflete a essência da sua marca. Esse conceito deve alinhar-se ao propósito, valores e público-alvo da empresa.
  2. Logotipo: O logotipo é, muitas vezes, o primeiro ponto de contato entre a marca e o público. É vital que ele seja distintivo, memorável e versátil. A Arkler possui designers experientes que podem ajudar a criar um logotipo que ressoa e permanece atemporal.
  3. Paleta de Cores: As cores têm um profundo impacto psicológico nas pessoas. Escolha cores que reflitam a personalidade da sua marca. A Arkler pode orientá-lo na escolha de uma paleta de cores que evoca as emoções e associações corretas.
  4. Tipografia: Assim como as cores, a fonte que você escolhe tem nuances que podem transmitir diferentes mensagens. A equipe de design da Arkler pode auxiliar na seleção de tipografias que complementem e fortaleçam sua identidade de marca.
  5. Estilo de Imagética: As imagens que você usa, sejam elas fotografias, ilustrações ou ícones, devem ter um estilo coeso que complementa o restante da sua identidade visual.
  6. Guia de Estilo: Uma vez definidos os elementos básicos, crie um guia de estilo da marca. Este documento detalhará como usar cada elemento da identidade visual de forma consistente em diferentes plataformas e contextos. A Arkler oferece a criação de guias de estilo detalhados para garantir a consistência da marca em todos os pontos de contato.
  7. Prototipagem e Feedback: Antes de finalizar a identidade visual, obtenha feedback interno e, se possível, também do público-alvo. A Arkler fornece serviços de prototipagem que permitem visualizar como a identidade visual aparecerá em diferentes formatos.
  8. Implementação: Após a aprovação da identidade visual, comece a implementá-la em todos os seus ativos de marca, desde o site até os materiais impressos. A Arkler oferece soluções completas, desde a concepção da identidade visual até sua implementação completa.

Conclusão

A jornada do branding vai muito além da simples criação de um logotipo. Envolve entender profundamente os valores, o propósito, o público-alvo e todos os demais elementos que tornam a sua marca única e memorável. É um processo complexo, porém essencial para quem deseja posicionar-se com solidez no mercado e criar conexões duradouras com seu público.

Com a orientação e o suporte da Arkler, essa jornada se torna mais fluida e assertiva. Contamos com especialistas em cada etapa do processo de branding, prontos para ajudá-lo a criar uma marca que realmente faça a diferença.

Agora que você possui uma visão clara da sua marca e uma identidade visual coesa, o próximo passo é implementar essa marca em todas as suas comunicações. Seja no site, nas redes sociais, em embalagens ou qualquer outro ponto de contato com o cliente, a consistência é a chave para a reconhecimento e confiança. E a Arkler está aqui para ajudá-lo a garantir essa consistência.

Não deixe sua marca ser apenas mais uma no mercado. Destaque-se, crie impacto e construa uma história de sucesso. Convidamos você a entrar em contato com a Arkler e descobrir como podemos auxiliá-lo a trilhar este caminho vitorioso no mundo do branding. Contrate os serviços de branding da Arkler hoje mesmo e comece a construir uma marca que será lembrada e reverenciada por gerações.

Veja também:

Case Smart Moov 01
Case Smart Moov
Case EO Brasil 01
Conheça os resultados da parceria entre a Arkler e a EO Brasil! 
Transition Design 01
Tudo que Você Precisa Saber sobre Transition Design!
Case Hygia Bio 01
Conheça o Case Hygia Bio
Como fazer branding 01
Como Fazer Branding: Marcas que Encantam, Conectam e Convertem.
Rebranding
Rebranding Estratégico - Descubra se a sua marca precisa de Rebranding!